Selecione a cidade:   Rondônia, 13 de dezembro de 2017   |  Vídeos   |  Notícias Fotos e eventos

Follador propõe obrigator. para conces. de veículos divulgarem isenção tributária a deficiencia

Conquista resume-se no direito de portadores de deficiências adquirirem veículos zero

Tamanho do texto:  A+     A-         Imprimir
Assessoria, 25/10/2017 17h39

 (Foto: ) Ampliar
(Foto: )

Segundo a proposta do parlamentar, ficam as revendedoras e concessionárias de veículos instaladas em Rondônia, obrigadas a afixar em local de fácil visualização, cartazes informando aos consumidores sobre as isenções de impostos como IPI, ICMS e demais tributos garantidos por Lei às pessoas com deficiência ou portadoras de enfermidade de caráter irreversível.

O deputado explicou que o Projeto de Lei tem cunho informativo e o objetivo de conceder a sociedade à informação acerca do direito em relação a isenções tributárias específicas, concedida às pessoas com deficiência ou portadoras de enfermidade de caráter irreversível.

“De acordo com a legislação Federal vigente, essa conquista resume-se no direito de pessoas com deficiência adquirirem veículos automotores zero quilômetros com isenção de IPI e ICMS, entre outros tributos”, observou o deputado.

O parlamentar salienta que a isenção de IPI é um direito concedido pela Instrução Normativa nº 988/2009, que disciplina a aquisição de veículos destinados a pessoas portadoras de deficiência física, visual, mental severa ou profunda, ou autistas com a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados.

Follador também informa que, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), através da Lei Complementar n° 24/1975, através do Convênio ICMS 38, deliberou pela isenção do ICMS as pessoas com deficiência. O mesmo foi prorrogado até o dia 31 de outubro de 2017, conforme Convênio ICMS 49 de abril de 2017.

O deputado cita, ainda, que a pessoa com deficiência também tem direito a isenção do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que pode ser solicitado, através do Requerimento de Isenção de IOF para pessoas com deficiência física, conforme determina a Lei Federal n° 8.383/1991.

“Sendo assim, fica evidente a legalidade da isenção das taxas no momento da aquisição de um automóvel zero quilometro. O projeto visa informar a população rondoniense acerca do direito em questão, pois o benefício precisa ser requerido no momento da compra e parte da população desconhece tal direito, deixando assim de solicitá-lo”, concluiu Adelino Follador.

 


ALE/RO - DECOM - Juliana Martins
Foto: Ana Célia

 


Escritório de Apoio Deputado Estadual Adelino Follador.
(69) 3536-7052.

Comentários
Comente direto do Facebook

Escolha sua cidade:   Editoriais:  
Fotos e eventos
  |  Notícias
  |  Vídeos
Compartilhe você também:
  
  
  
© Copyright 2017 DiarioDaki - Todos os direitos estão reservados Anunicie conosco | Fale conosco | Política de privacidade | Área restrita